Intelligence

Documentos

Estudo sobre produtos verdes e potenciais mercados para os setores exportadores portugueses

Entidade responsável: Instituto Superior de Engenharia do Porto

Estudo sobre fatores críticos de competitividade para os setores portugueses ao nível da Eco-Inovação

Entidade responsável: Instituto Superior de Engenharia do Porto

Consulte alguns cursos disponíveis sobre estas temáticas:

Licenciatura em Biorrecursos

Instituto Superior de Engenharia do Porto

Os recursos naturais que o nosso planeta oferece e o modo como os utilizamos são cruciais para a sobrevivência humana. Destes destacam-se os biorrecursos, responsáveis por um crescimento económico mais ecológico e inteligente. A inovação tecnológica contribui para a exploração de novas ideias, impulsionando formas empreendedoras de valorizar, reciclar e reconverter os recursos biológicos. Esta nova estratégia para aproveitar a natureza e os resíduos, no contexto da economia circular, permitirá uma gestão mais sustentável da Terra.

Licenciatura em Engenharia Geotécnica e Geoambiente

Instituto Superior de Engenharia do Porto

As questões relacionadas com o estudo, prospeção, transformação e gestão eco-responsável dos georrecursos, geotecnologias, geoambiente e geomateriais são, cada vez mais, um imperativo numa economia circular sustentável. A engenharia geotécnica e geoambiente cruza as potencialidades da engenharia e das geociências, aplicando-se à geotecnia das grandes obras de engenharia, à gestão dos recursos naturais, à utilização dos geomateriais e aos riscos geoambientais.  

Mestrado em Biorrecursos

Instituto Superior de Engenharia do Porto

A implementação da economia circular em todos os setores da sociedade é uma necessidade premente para reduzir a pressão, insustentável, promovida pela produção e o consumo crescentes sobre os recursos naturais e o ambiente. As (Bio)Tecnologias permitem potenciar e implementar a economia circular, mantendo nos produtos o valor acrescentado pelo maior tempo possível, minimizando o desperdício e contribuindo para um sistema restaurador ou regenerativo por intenção e design.

Mestrado em Energias Sustentáveis

Instituto Superior de Engenharia do Porto

O setor energético está em rápida evolução e crescimento, com novas oportunidades de negócio a nível global. Tem-se assistido a um aumento do número de projetos relacionados com a produção de energias limpas, construção de redes inteligentes, segurança energética e consumos mais racionais e eficientes. Ao nível industrial, urbano e doméstico, o futuro da energia incide na sustentabilidade.

Mestrado em Práticas do Desenvolvimento

Instituto Superior de Engenharia do Porto

A Estratégia Nacional para o Desenvolvimento Sustentável define orientações estratégicas para qualificações de alto nível para uma economia sustentável e competitiva, gestão eficiente e preventiva do ambiente, recursos naturais. Também promove a criação e difusão do conhecimento científico para um papel mais activo de Portugal na cooperação para a sustentabilidade global. 

Pós-graduação em Eficiência Energética em Edifícios

Instituto Superior de Engenharia do Porto

A Eficiência Energética em Edifícios é o pilar da construção sustentável e é, sem dúvida, o maior desafio que se coloca aos Engenheiros e Arquitetos que, de algum modo, têm ou pretendem ter a sua atividade profissional centrada na construção de edifícios. São estes que devem deter a competência para avaliar, selecionar e, posteriormente, implementar e gerir, de entre várias soluções possíveis, aquelas que melhor satisfaçam os critérios de sustentabilidade da construção e/ou reabilitação dos edifícios durante o seu ciclo de vida.

Pós-graduação em Sistemas Integrados de Gestão da Qualidade, Ambiente e Segurança

Instituto Superior de Engenharia do Porto

Cada vez é mais consensual que estamos perante uma forte concorrência global que traz dificuldades acrescidas ao desempenho dos agentes económicos e que, consequentemente, ameaçam a melhoria do nível de vida das pessoas. Em Portugal, há a consciência de que o modelo económico não deve ser baseado nos baixos preços potenciados pelos custos dos salários, mas, ainda não é seguro que estejamos capazes de nos afirmar através de uma estratégia de diferenciação baseada no desempenho e na geração de valor.